quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Écharpe de Verão # parte 2

quarta-feira, 17 de agosto de 2016
Tenho andado tão preguiçosa para blogar... é do calor, fico meio oca, com os neurónios a torrar. Tenho tido tempo e muitas ideias para publicar mas não tenho conseguido ficar em frente ao computador, a escrever, a editar imagens, a pesquisar, etc, etc, etc. Fui vítima de um ataque de preguicite aguda :D mas hoje não há desculpas, o tempo refrescou, as ideias também, e já apanhei chuva, que não foi bem chuva, foi mais uma borrifadela. No fim de semana passado, para ajudar a refrescar as ideias estivemos no nosso retiro. Apanhámos algum nevoeiro, que soube muito bem, pois deu para aliviar do calor excessivo que sentimos nos dias anteriores. Andámos em arrumações, a limpar e a arejar material que precisamos levar connosco para férias, como tenda, mesa e cadeiras, colchões, sacos cama, etc. Claro que a ideia é levar só o indispensável, mas mesmo esse ainda é alguma tralha, somos quatro pessoas e um bicharoco, sim, a Helga vai connosco, claro. No parque os dias rendem muito e apesar daquelas tarefas dei bons avanços às minhas leituras e aos crochets. No sábado tentei terminar esta almofada mas não consegui. O verso é em tecido e a minha máquina de costura decidiu tossir e não quis trabalhar... não sei o que se passa, só sei que tem de ser arranjada. Posto isto, peguei no livro Dora Bruder, do Patrick Modiano, e quase o terminei. No domingo dediquei-me ao crochet e terminei a écharpe de Verão. Gosto tanto da cor dela! Tirei a amostra há mais de um ano e comecei a fazê-la, mas é daqueles trabalhos que pegamos e depois encostamos à box, neste caso muito provavelmente pela repetição, é sempre igual e muito comprida... mas o efeito é bem giro. Vejam-na aqui, iniciada. E agora vejam-na terminada.



.
Tem cerca de dois metros de comprimento, dá para dar duas ou mais voltas ao pescoço. O fio usado - Mississipi da Katia - dá-lhe um toque extremamente suave. Segue-se uma pequena sequência, eu a modelo, o filho o fotógrafo, aaaahhhh não, não me apanhes a cara, nem sequer estou maquilhada!... ihihihih decidi publicá-las, a preto e branco para disfarçar as imperfeições.
.
Mas enquanto termino trabalhos pendentes, vou começando outros. Portanto, isto é um ciclo vicioso! mas de outra forma também não tinha graça nenhuma, pelo menos para mim. Depois de ter executado a camisola às riscas, decidi que queria fazer uma outra, mas desta vez queria uma fresca, sem mangas. Optei por um modelo by Claire, já a iniciei, com um fio que tinha em stock. Note-se, tenho caixas e caixas de fios de todo o género. Podiam fechar-me num quarto com as caixas todas que tinha material para me entreter durante uns dois anitos, pelo menos...
.
Quase de certeza que será o crochet que vou levar para as férias, termino e estreio a blusa ainda em terras do Sul. E por falar em férias, a contagem decrescente continua...
Tenham um resto de semana em beleza!


Até já
Ana Lado B


quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Camisola de Verão

quarta-feira, 10 de agosto de 2016
Eu sei que o calor tem estado a apertar, se sei. Dou-me tão mal com estas temperaturas, mas enfim. Tento pôr-me ao fresco, nem que seja em frente a uma ventoinha. E também sei que com o calor que se faz sentir apetece é ver coisas frescas, mas o que tenho para vos mostrar hoje é uma camisola... e com mangas. Já vos tinha mostrado a pequena, estava ainda por acabar. Finalmente ganhei coragem para rematar as dezenas de pontas e cosê-la.
.
Embora seja em fio de algodão, é impensável vesti-la enquanto estou por cá (cá é em trabalho e em casa). Mas daqui a uns dias vamos finalmente de férias, vamos acampar, claro está, e acreditem que esta camisola me vai fazer muito jeito quando o sol desaparece. As noites no meio do campo ou à beira mar pedem agasalho.
E agora vou continuar a minha contagem decrescente para os nossos quinze dias de férias, que tanta falta nos fazem. Está quase...


Até já
Ana Lado B


Faz bem aos olhos | Crochet - Crafts - Lifestyle © 2014