sábado, 30 de julho de 2016

Debaixo das árvores

sábado, 30 de julho de 2016
.
Aviso desde já que hoje é só blá, blá, blá...
Estas não são as árvores que vos queria mostrar. Nem sequer tirei esta foto recentemente. Tinha imensas fotografias das árvores que me dão sombra quando estou no parque, na rulote, mas o meu pequeno R decidiu pegar na máquina para tirar umas fotografias e também decidiu apagar as que não queria. Apercebo-me agora que apagou as dele e tudo o que estava no cartão! Aaaaaaahhhhh, ok, não vale a pena hiperventilar, apenas respirar fundo e contar até... 100, deve chegar. Bom, encontrei esta foto no meu arquivo. Também gosto delas, um bocadinho escuras para a altura do ano, mas pronto é o que há cá. Tenho andado muito caladinha, sem fazer publicações, mas não é  falta de tempo. Apenas descontração. Os filhos estiveram de férias com os avós, chegam amanhã. O pai R tem trabalhado compulsivamente, quase nem o vejo, e eu tenho tido ora dias de trabalho, ora dias livres. Nos dias de trabalho, trabalho, claro está, nos outros dias pego na trouxa e ala, aí vou eu para debaixo das árvores, que é como quem diz para a minha caravana. Tem sido assim a segunda metade de Julho. Esta semana tenho estado por casa, algum trabalho inadiável tinha de ser feito. Todos os dias tenho pensado então Ana, e um postezinho no blog, anda lá!  até porque quando estou na caravana, mesmo que queira fazer um post ou passear um bocadinho pela net não posso, o sinal é muito fraquinho. Decidi que de hoje não podia passar, cá estou, só para vos dar um enorme OLÁ!!! Sabem, a culpa também é do calor. Tem estado muito e eu fico meio aparvalhada com as temperaturas altas, não me dou nada bem. Por isso é que estou sempre à espera da oportunidade de fugir para debaixo das árvores. Embora more muito perto do mar, o certo é que eu e a praia não somos grande combinação. Só gosto de praia ao fim da tarde quando o sol está calmo, ou então sentada numa esplanada resguardada pela sombra de um guarda-sol, a olhar o mar e de preferência a sentir uma brisa, caso contrário sufoco. Agora, estar esticada ao sol em cima de um paninho... nããã, não é para mim. Sentada na areia ao fim da tarde com um livro na mão, isso já gosto, mas de lagarto não tenho absolutamente nada. Conclusão, passo os dias a contar as horas para que chegue o final da tarde, de forma a poder apanhar algum fresco, ou então fujo para debaixo das árvores. Hoje não me queixo, o calor deu tréguas e vieram umas nuvens para nos refrescar, não me desagrada. Embora não tenha fotografado nada para poder mostrar-vos, posso dizer-vos que tenho andado a terminar trabalhos e a começar outros, o costume. Lembram-se desta camisola? Já está pronta, falta rematar algumas pontitas e tirar-lhe umas valentes fotos. Ficou linda, pelo menos aos meus olhos. Entretanto, aqui há umas semanas fui desafiada a colocar peças fazbemaosolhos numa loja em Cascais lá para o início do Outono, então já ando a criar uma pequena colecção que é bem diferente do que estão habituados a ver sair das minhas mãos. É crochet, claro, e tem muita cor, mas é diferente, os meus olhos estão a adorar o resultado. Mostro-vos quando tiver tudo pronto, mesmo antes de seguirem para a loja. E gente bonita, não posso terminar sem vos expressar o quanto as vossas palavras me enchem o coração, sinceramente, sinto-me mesmo feliz por saber que os trabalhos que partilho também fazem bem aos vossos olhos. MUITO OBRIGADA!!!
E desse lado, desfrutem dos momentos que a vida vos dá, encontrem-lhes sempre o lado mais positivo. Tem sido a minha prática e os resultados têm-se traduzido numa grandiosa sensação de serenidade.
Desejo-vos um excelente fim-de-semana.


Até já
Ana Lado B


5 comentários:

  1. Olá Ana, isto dos blogs anda tudo em águas de bacalhau, tudo a banhos...O calor amolece qualquer pessoa, também prefiro um friozinho e como tu, não sou de praia. Acho que fiz tanta praia quando os filhos eram pequenos que hoje em dia prefiro outros programas. Atiçaste a minha curiosidade com a coleção que estás a fazer para a loja de Cascais. Deve estar a ficar linda, linda. vais surpreender-nos mais uma vez. Estou a tentar fazer uma almofada com uma mistura de crochet e ontem vi-me e desejei-me para fazer uma flor simples, no utube. Aliás, nem consegui fazer mesmo, nem sequer acerto o número da agulha com a espessura da lã. Que miséria! fiquei frustrada , fechei o tablet e logo à noite, a ver se tento novamente!! beijinhos Ana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo Val, só gosto de clima fresco. Ui, espero bem que sim, que os novos trabalhos que estou a fazer façam muito bem aos nossos olhos :) estou a esmerar-me! Vamos lá ver do que sou capaz, queria ter variedade de peças mas até Outubro já não é assim tanto tempo. Val tenho mesmo de me cruzar contigo para te dar umas dicas simples sobre estas coisas do crochet. Sei que com meia dúzia de dicas ficas mestra, vais ver. Entretanto, prometo que vou pensar nalgumas dicas que possam ser úteis para ir partilhando aqui no blog ;)

      Eliminar
  2. Ana, as suas palavras, pediam ser minhas :) Também gosto mais do ar fresco ;)
    Também é bom andar "ao sabor do vento" :) Fico à espera das novidades :) Estou curiosa ;)
    Entretanto, aproveite bem o "debaixo das árvores" :D :D Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fresquinho é muuuuito bom! ;D
      estou a trabalhar nas novidades, mais umas semanas e começam a aparecer por aqui ;)

      Eliminar
  3. Esta fotografia é muito misteriosa! :)
    Também fiquei com curiosidade sobre a colecção em curso. Vou ficar à espera de ver. :)

    ResponderEliminar

Faz bem aos olhos | Crochet - Crafts - Lifestyle © 2014