sexta-feira, 20 de maio de 2016

gente bonita come Fruta Feia!

sexta-feira, 20 de maio de 2016
Imaginem, o mês não tarda está a acabar e este é o segundo post que publico... e tenho tanto mas tanto para partilhar convosco. A manta Candy Sugar está pronta à espera do meu tempo para uma sessão fotográfica, quero mostrar-vos novos fios, novas cores, novas amostras, novos projectos, etc, etc, etc. Mas tudo a correr bem e a partir do próximo mês terão de me aturar por aqui muitas e muitas vezes. Para já tenho de dar praticamente todo o meu tempo ao meu lado profissional, que também está a correr cheio de ideias e de bom trabalho. Tem de ser, e o que tem de ser tem muita força! Bom, mas entretanto aderi a um projecto muito interessante e, sendo que arranjei um bocadinho do meu tempo para vir até aqui,  é dele que hoje vos quero falar. A frase do título deste post não é minha, é da Fruta Feia . Um projecto que chegou ao Porto no passado dia 11 para fazer a primeira distribuição de cabazes na invicta, distribuição que se realiza todas as quartas-feiras na cooperativa do povo portuense. A Fruta Feia é um projecto que zela pelo não desperdício de produtos agrícolas. Sabemos que uma boa percentagem das frutas e legumes que comemos são desperdiçados diariamente por não poderem ser vendidos aos supermercados, por estes acharem que os produtos não têm o aspecto que o consumidor procura. E quando falamos deste tipo de desperdício falamos de toneladas e toneladas de alimentos por ano... uma verdadeira loucura, inimiga dos produtores e de todos nós. Como os produtores não conseguem escoá-los vêem-se obrigados a deitá-los fora. A cooperativa Fruta Feia trabalha contra esse desperdício e promove a ideia de que lá por uma maçã, ou qualquer outra fruta ou legume, ser mais torta, mais pequenina ou até desmesuradamente grande, não deixa de ter a qualidade, nem o sabor pretendidos. Aliada a esta lógica contra o desperdício alimentar, temos ainda a mais valia de consumirmos frutas e hortícolas de produtores locais, contribuindo assim para um melhor desenvolvimento agrícola da região.
 .
Estes são os cabazes pequenos, que têm entre 3 a 4Kg e sete variedades.

 .
Foi precisamente o cabaz que trouxe e comigo vieram limões, beterrabas, courgette, laranjas, kiwis, alface e tomate. Tudo fresquíssimo e muito saboroso!  


 .
Estes acima são os cabazes grandes, têm mais variedade que os pequenos e praticamente o dobro da quantidade.

.
Se gostaram da ideia, é muito fácil aderir ao projecto, podem fazê-lo directamente no site.
Muito obrigada Fruta Feia pela vossa fantástica iniciativa, valeu a pena conhecer-vos. Vocês sim, são gente muito bonita!
E desse lado, já conheciam a Fruta Feia?


Até já,
Ana Lado B


4 comentários:

  1. Excelente projeto, acho muito bem, devia ser proibido deitar alimentos fora, é inadmissível, espero que todos comecem a ter consciência disso. Eu deixei praticamente de comprar hortícolas em supermercados, pesquisei, encontrei, agora compro diretamente a produtores, e compro muitos legumes e frutas feias e pequenas, não me importo nada, beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Olá Ana, não conhecia e vou pesquisar. Muito interessante este projeto, e com um título que diz tudo. Obrigada pela partilha, beijinho e boa semana!

    ResponderEliminar
  3. Iniciativa muito boa! Gosto de saber as coisas acontecem tão bonito contra o que está estabelecido. Obrigada por compartilhar!

    ResponderEliminar
  4. Daqueles projectos maravilhosos! :)

    ResponderEliminar

Faz bem aos olhos | Crochet - Crafts - Lifestyle © 2014