sábado, 12 de setembro de 2015

Um círculo quadrado...!

sábado, 12 de setembro de 2015
Como disse aquando da publicação da minha almofada Lollipop, cá estou para partilhar convosco como podem fazer um granny square começado por um círculo. Obviamente que podem encontrar muitas outras formas de o conseguir. Isto de fazer paps é pura carolice e vontade de partilhar. Quando se tem um blog, logo ao fim de pouco tempo, acabamos por descobrir que nos apetece explorar o máximo de conteúdos relacionados com o que nos propomos, assim como também a vontade de criar os nossos próprios paps. Existem milhentos pela blogosfera fora, milhentos vídeos, e nós insistimos. Mas compreendo muito bem porquê. Além da vontade de colocarmos o nosso cunho naquilo que (re)fazemos é também uma forma de sentirmos que o nosso blog é útil para quem o acompanha e essa é uma belíssima sensação, claro que é. Mas amiguinhos, isto de fazer paps dá cá uma trabalhaeira! Sinceramente, admiro muito quem se dedica em exclusivo a este tipo de conteúdos, bem hajam.
Bom, continuando, o esquema que vos vou mostrar foi o que idealizei para os meus quadrados Lollipop. A lã usada na almofada Lollipop foi o fio bebé, em novelo, da Brancal (o mais fino) trabalhado com agulha 3,5. Hoje apresento-vos o esquema com um fio 100% acrílico, da miltons, e uso agulha 5. Optei por este fio para fazer o esquema por achar ser mais fácil para visionarem nas fotos os pontos que vou explicando. E é também uma forma de vos explicar como podemos ter os quadrados maiores, ou mais pequenos, sem alterar o número de pontos e carreiras de um esquema. É precisamente a escolha do fio que determina o tamanho dos trabalhos. Mais espesso, trabalhos maiores, mais fino, trabalhos mais pequenos. Os quadrados da almofada Lollipop têm 18 cm e este que  serve como esquema (tem o mesmíssimo número de pontos) ficou com 24 cm, lá está, precisamente porque o fio é mais espesso.

Ainda antes de avançar para o PAP propriamente dito, e em jeito de nota introdutória, deixem-me dizer-vos que quando eu era miúda e a minha avó Laurinda me ensinou os pontos básicos do crochet, não me ensinou a fazer um "anel mágico", nada disso. O que fazíamos era tecer umas malhas de cadeia, calculadas mediante o número de pontos que precisávamos de montar na primeira volta, fechávamos essas malhas em anel e prosseguíamos para a montagem do trabalho. Hoje existe o "anel mágico" que, sem qualquer dúvida, torna os trabalhos mais bonitos, sem buracos deselegantes no centro das nossas peças. Mas atenção, se o pretendido é ter um buraco, que é como quem diz, um anel bem aberto no centro do trabalho, então dever-se-à usar a técnica mais antiga. Mas como não é o caso, vamos começar o esquema do nosso granny Lollipop com um anel mágico. Fiz o pap que se segue mas caso não o entendam muito bem, existem na net uma série de passos a passos que vos podem ajudar, até porque existem outras formas de o fazer. Esta é a que uso.

Primeiro passo: montagem de um anel mágico e 1ª carreira.
1ª carreira (executada no anel):  tecem-se 14 pontos altos no anel, seguidamente puxa-se a ponta do fio e fecha-se o círculo (a mão que vêem é a do meu pequeno R que andava à minha volta a bisbilhotar o que eu estava a fazer)


2ª carreira: tecer 2 pontos altos em cada ponto da carreira anterior, ficando com 28 pontos totais e fechar o círculo.


3ª carreira: tecer 2 pontos altos no primeiro ponto da carreira anterior e 1 ponto alto no seguinte ponto da carreira anterior, e assim sucessivamente, ficando com 42 pontos totais e fechar o círculo.


4ª carreira: tecer 2 pontos altos no primeiro ponto da carreira anterior e 2 pontos altos nos seguintes 2 pontos da carreira anterior (um em cada), e assim sucessivamente, ficando com 56 pontos totais e fechar o círculo.


O círculo dos meus Lollipop termina aqui, na 4ª carreira. Como vêem devido aos aumentos simétricos que se vão fazendo, fica-se com círculos planos, bem direitinhos. A partir daqui começamos a formar o quadrado. No caso, muda-se de cor.

5ª carreira: tecer *5 pontos baixos, 2 pontos baixos com laçada, 2 pontos altos; (agora vamos formar um canto) 2 pontos altos duplos, 2 malhas de carreira, 2 pontos altos duplos (canto formado); 2 pontos altos, 2 pontos baixos com laçada e voltamos a * até formar os quatro cantos do quadrado.
Com as imagens torna-se mais fácil, ora vejam.

5 pontos baixos
Antes de começarem com a nova cor, a que vai criar a forma do quadrado, sugiro que primeiro rematem as pontas de fio do círculo. Com uma agulha de coser lã, passem a ponta para o lado de dentro e rematem essa e a do início. Outra dica, sempre que começamos uma carreira com ponto baixo, o primeiro ponto deve ter duas malhas de cadeia, de forma a que quando se feche a volta esse ponto não fique repuxado.
A figura 4 mostra os cinco pontos baixos já executados.



seguem-se 2 pontos baixos com laçada


seguem-se 2 pontos altos


segue-se formação do canto:  executar no mesmo ponto da volta anterior 2 pontos duplos, 2 malhas de corrente, 2 pontos duplos. E o canto fica formado.


seguem-se novamente 2 pontos altos, 2 pontos baixos com laçada e chegamos novamente ao momento de fazer os 5 pontos baixos. Repete-se o esquema até se formar os quatro cantos do quadrado e fechamos a volta.

estão a ver a tal 2ª malha de carreira que devemos fazer quando iniciamos uma volta com ponto baixo, é aí que entra a agulha de crochet para fechar a volta.
E a forma de quadrado está dada àquilo que começou por ser um círculo!


Para os meus Lollipop continuei a crochetar o quadrado com mais 4 voltas em ponto alto. As duas primeiras na mesma cor da volta que forma o quadrado


e as duas últimas noutra cor


E agora, o que é que eu vou fazer com esta amostra?
Talvez isto


ou isto


ou isto


e muitos quadrados deste tamanho devem dar uma manta bem gira!
E pronto. Acho que mal experimentem vão querer fazer mais, mais e mais. Proporcionam projectos bem interessantes e criam efeitos muito giros.
Espero ter ajudado quem não sabia muito bem como transformar uma forma circular em quadrada. Mas tudo o que eu quero é que se divirtam a crochetar.
Tenham um bom fim-de-semana.

Até já
Ana Lado B

4 comentários:

  1. Gostei amiga e já se viu que pode ser usado de várias maneiras!!!
    Um domingo bem BOM!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero que as explicações ajudem quem não saiba muito bem como criar um círculo plano e passá-lo a forma quadrada. Que acha Maria da Graça?
      É verdade, podemos sempre aproveitar uma amostra e dar-lhe alguma utilidade, mesmo que meramente decorativa.
      beijinhos e boa semana

      Eliminar
  2. Obrigada pela explicação e pelas várias sugestões de utilização destes quadradinhos. Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada eu! espero que ajude a criar coisas bonitas ;)
      beijinhos

      Eliminar

Faz bem aos olhos | Crochet - Crafts - Lifestyle © 2014