quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Makeover

quinta-feira, 24 de setembro de 2015
Antes de mais, deixem-me fazer um profundo agradecimento a todos os que ontem, no meu dia, visitaram o meu blog e, se me permitem, em especial a quem me deixou mensagens de felicitações. Sabe tão bem receber palavras doces! Muito obrigada a todas vós. Embora sem bolos, velas e sopros, tive um dia muito bom, cheio de gente bonita a mimar-me. A praxe do bolo fica para o fim-de-semana. Na família somos quatro aniversariantes balança e seguidos, costumamos celebrar num único dia. Mais simples e bem mais divertido.

Agora, avancemos para o post de hoje propriamente dito. Quando publiquei a mini-mini, numa última foto mostrei-vos os meus botins madeirenses pousados em cima de uma cadeira, de um azul vibrante. Ora, não passou despercebida, alguns de vós até a comentaram. E não é por acaso que a mesma aparece num post onde falei de renovação de objectos por outros deitados ao lixo, como o landau da Val. Essa cadeira foi encontrada, há uns bons meses,  pelo pai R ao lado do contentor do lixo da nossa rua. Também temos essa mania de estar bem atentos ao que é depositado para ir fora. E não é de agora. Fiquem sabendo que a minha primeira casa, tinha eu vinte anos, foi toda decorada com tarecos que já ninguém queria. Recuperei um a um e digo-vos, a minha mobília era espectacular! Tarecos, lixas, decapantes, tintas, tecidos e uma boa dose de criatividade fazem milagres. Sobre esta cadeira não tenho fotos do antes de começar a ser renovada. Mas era, e é, uma cadeira em mogno, escura, aborrecida mas de grande qualidade. Imaginem que embora se percebesse que era um objecto já com uns valentes anos, quando a guardámos na nossa arrecadação e sempre que abríamos a porta da mesma vinha aquele cheirinho bom a madeira de mogno. Mas passado uns tempos, e sem pré-aviso, o pai R arrancou entusiasticamente com a recuperação da cadeira e quando eu me apercebi a cadeira já estava com um primário. Quando a encontrámos estava em perfeito estado de conservação, apenas descolada numa das junções do suporte do tampo e com este solto. Primeiramente foi colada e esteve umas duas semanas bem amarrada, para fazer pressão na zona da cola e assim ficarmos com a certeza de que não voltaria a descolar-se. Após estar bem firme, e depois do tampo pregado, passou-se para a fase da limpeza. Foi muito bem limpa e toda lixada, com uma lixa fininha. A seguir, muito bem limpa novamente de forma a retirar todo o pó produzido pela lixa e depois seguiu-se a aplicação do primário. Ok, fotos!


O passo seguinte: a pintura, o momento mágico, aquele que transforma um objecto obsoleto num adereço actual. Tive direito à escolha da cor e escolhi um azul turquesa, porque gosto muito desta cor fica bem em quase todos os cantos da casa, embora a tenha colocado no nosso quarto porque no início do Verão passou-me pela cabeça renová-lo e esta cor ficaria na mouche. Bom, a cadeira já lá está, a renovação do quarto... essa vai ter de aguardar, tenho de ter tempo e vontade para me dedicar ao assunto.





Tenho a sorte de ter uma lavandaria grande, foi lá que aconteceram as pinturas. A fase da lixa foi feita no quintal, é tarefa que larga um pó muito fininho, dentro de casa seria o caos.
Et voilá! Cá está ela. Bonita não é?


Tivemos sorte, pois nem tudo o que os outros deitam fora tem a qualidade certa para voltarmos a dar vida. Mas no caso, é uma cadeira muito boa e quis o destino que viesse parar às nossas mãos.
Abram bem os olhos quando andarem por aí. Já sabem, se os olhos gostam, a inspiração segue-se...

Até já
Ana Lado B

7 comentários:

  1. Como eu adoro estas coisas, estas peças não me passam despercebidas nas vossas fotos, ainda esta semana postei também sobre uma cadeira vinda do lixo, é tão gira a tua cadeirinha, prefiro de longe estas peças recicladas a móveis novos. Então e o teu lindo chão de madeira, conseguiste tratá-lo? Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Não sei se gostei mais da cadeira se do soalho de madeira antigo!! Qualquer dos dois exigiu muito carinho e empenho, estás realmente de Parabéns pelos resultados. :)

    ResponderEliminar
  3. Ficou espetacular e eu tenho algumas a precisar do mesmo! Um dia também renovo! Bj

    ResponderEliminar
  4. Ficou espetacular e eu tenho algumas a precisar do mesmo! Um dia também renovo! Bj

    ResponderEliminar
  5. Que antes e depois e pautado de bom gosto ,azul turquesa ,adoroooo
    Fiquei foi apaixonada pelo chão de madeira ;) tens de mostrar mais ;)
    Bom fim de semana
    bjs
    Lulu

    ResponderEliminar
  6. Adoro ver móveis assim recuperados e tratados :)

    Parabéns, o resultado é fantástico!

    ResponderEliminar
  7. Ficou muito gira Ana :)
    Gosto muito de ver estas transformações :)

    ResponderEliminar

Faz bem aos olhos | Crochet - Crafts - Lifestyle © 2014