terça-feira, 23 de junho de 2015

Uma separação feliz

terça-feira, 23 de junho de 2015
É verdade, nem todas as separações são ruins, algumas são boas e por motivos ainda melhores. Hoje de manhã levei seis baby blankets minhas ao Mercado 48, uma Loja vintage de um bom gosto incontornável mesmo no centro da cidade do Porto, precisamente na Rua da Conceição, onde aliás existem algumas das minhas lojas de eleição, como o caso da Ovelha Negra. Não tenho qualquer dúvida de que só pessoas muito especiais conseguem levar em frente projectos extraordinários. É o caso destas lojas com conceitos muito inspiradores. Ah, mas as "pequenas" lá ficaram no Mercado 48, ainda não tenho fotografias das "minhas meninas" expostas mas ainda esta semana voltarei lá para fazer um registo. De qualquer maneira tirei-lhes uma fotografia (que ficou com tremeliques) mal acabámos de lhes colocar as etiquetas.


Aaaahhhh é uma sensação tão boa mas ao mesmo tempo tão estranha, assim como que de absorção mas ao contrário eheheh  É muito bom sabermos que gostam e se identificam com os nossos trabalhos e que querem tê-los nas suas lojas, aliás é muito mais do que bom , é um verdadeiro privilégio. Mas ao mesmo tempo não deixa de ser uma sensação estranha, porque muito provavelmente nunca mais voltarei a ver algumas das "minhas" peças... com certeza de que este sentir se deve ao facto de eu ser uma novata nestas andanças. Aliás, a grande responsável pela entrada das minhas mantas nesta loja, a minha querida amiga Patrícia, das Alfazemas, disse-me isso mesmo "ah, deixa lá, isso sente-se ao início mas depois passa. Queremos é que as pessoas gostem dos nossos artigos e os comprem!". Ela tem razão. E é inacreditável como saí do Mercado 48 a pensar em novas ideias, novos projectos para lá levar. Não consigo esconder que, independentemente do resultado, neste momento sinto-me muito feliz e não quis deixar de o partilhar convosco. Pronto, e agora vou preparar-me para a noite de S.João, que vai ser passada na companhia de uma sardinhada, salada de pimentos, caldo verde e tanta festa que até "rechinchamos", e biba o Porto carago!

E de resto já sabem, sejam felizes!
Até já
Ana Lado B

10 comentários:

  1. Espero que se vendam bem, porque são tão bonitos! :)

    ResponderEliminar
  2. Não tenhas dúvidas, Ana, de que as tuas mantas vão ser um sucesso. E digo-te já porquê: são diferentes. São para bébés mas com cores e desenhos que não se está à espera. Para quem gosta de trabalhos que não caem na "mesmice", os teus são um sonho e uma lufada de ar fresco! o bom da separação é que ficas com espaço, mental e físico, para pensares em novos trabalhos! Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada Val! Que bem que souberam as tuas palavras :) é verdade, quando se fala em mantas para bebés por norma os tons pastel são as imediatos. Eu divirto-me a cortar com a convenção, até porque os pequenitos sentem-se muito mais atraídos por cores fortes, garridas, contrastantes que são muito mais estimulantes aos seus olhos do que os habituais tons desmaiados (nada contra, quando bem conjugados também são lindíssimos). Vamos ver como acontece, penso que existe muito público para estas paletas de cor, olhos que procuram a diferença. Obrigada e beijinhos

      Eliminar
  3. Que bom Ana, vão fazer feliz quem as levar, são tão giras. Quando for ao Porto, (vou todos os anos, pois adoro o Porto), irei visitar essas lojas. Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E vais gostar muito de as conhecer, marcam mesmo a diferença e são de muito bom gosto ;)
      beijinhos

      Eliminar
  4. As tuas mantas vão voar, de certeza!

    Aqui pelo sul ainda não temos disso... somos um bocadinho totós nessas coisas infelizmente...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh Naná, seria uma felicidade se voassem :) até porque quero fazer mais umas tantas mas primeiro queria muito receber o feedback das pessoas que venham a comprar estas. Nada como aguardar ;) beijinhos

      Eliminar

Faz bem aos olhos | Crochet - Crafts - Lifestyle © 2014